Um dos principais entraves dos investimentos é o aspecto emocional. Nos deparamos com vários relatos em sites, grupos de Whatsapp, salas das corretoras e demais redes sociais nos quais os operadores de renda variável exemplificam o quão difícil é lidar com isso.

Em grupos de temas variados relacionados a investimentos, é possível perceber esse quadro. Há, por exemplo, um grupo sobre operações com robô, no qual a intenção principal é terceirizar as operações, sejam elas de day trade, swing trade ou qualquer outra, deixando toda a responsabilidade nas “mãos” desse robô, para que o investidor possa dedicar esse tempo para outras atividades ou até mesmo outros investimentos. Porém, a realidade é um pouco diferente. Os integrantes desse grupo passam o dia inteiro narrando as operações desse robô. É isso mesmo! Detalham com exatidão toda e qualquer ameaça de operação vinda desse robô! Como exemplo:

-Olha, o robô pode dar compra no próximo candle!

- Pessoal, o robô fulano entrou vendido, agora vai!

- Jesus, quase dando loss!

Essa é a realidade da maioria das pessoas que investem no mercado de renda variável.

Sobre a minha experiência pessoal:

Estou em contato com o mercado há praticamente três anos. Operando continuamente há nove meses. Comecei da mesma forma que a maioria começa: seguindo o ritmo frenético de salas que exibem operações de day trade.

Confesso que o meu emocional também ficava fora de controle. Quando tomava um stop loss ao seguir o analista da sala, eu começava a querer tomar as rédeas das operações, mesmo sem conhecimento suficiente para tal, tomado pelo sentimento do “revanchismo”. Ou até mesmo trocava de sala por julgar que o analista não era bom suficiente ou não estava com sorte nas operações.

Outro fato que contribuía - e muito - para o meu estresse emocional era o tempo curto que tinha para realizar as operações. Tinha praticamente uma hora e meia para operar antes do meu trabalho.

Felizmente, não tive que quase quebrar ou perder muito dinheiro para ver que eu era o responsável por meu insucesso nos investimentos. Comecei a ver que no longo prazo, caso eu não mudasse minha conduta, estaria fadado ao destino de vários investidores iniciantes que são diariamente chutados do mercado.

Acabei encontrando um período de investimento que se adequa à minha situação atual, tendo em vista que tenho um trabalho fixo, origem de minha maior renda. As operações de swing trade são as mais confortáveis no aspecto emocional por não demandarem tanto tempo. Apenas alguns minutos durante o dia são suficientes para eu fazer a gestão das minhas operações e analisar possíveis novas entradas.

Outro ponto de suma importância foi o controle de risco. Aprendi de maneira mais funcional após ter contato com o Vlad e assimilar o Método Vlad de Swing Trade.

Atualmente, para evitar que o emocional dite as regras das minhas operações, eu planilhei o Método Vlad de Swing Trade e só entro na operação caso a planilha permita. Sim, somente se todos os pré-requisitos forem satisfeitos eu exponho meu capital ao risco. O principal deles é o quanto eu aceito perder por operação, uma vez que não possuo um grande capital. Existem trades que ultrapassam meu risco e deixo a oportunidade passar. Afinal, eu quero investir por um longo prazo e não preciso me desesperar por deixar de entrar em uma operação.

Infelizmente, o emocional do novo investidor não é treinado como deveria. São expostos ao tempo mais complexo, o intraday, não são corretamente orientados a estudar sobre o mercado e as diversas operações existentes. Se deixam levar pelo lucro imediato e a ganância, esquecendo-se que o loss também é certo.

Ainda bem que existem analistas, mesmo que poucos, que se preocupam em mostrar a dura realidade do mercado, evidenciando o quão difícil é tirar dinheiro dele e quão necessário é se dedicar aos estudos, como em qualquer outra atividade que se queira ter sucesso. O Vlad é um desses. Desde já agradeço por dividir essa realidade com as pessoas que acessam seu canal.  

Gustavo Diedrich.

Acompanhe o nosso Instagram – que está sempre atualizado – e também nossas transmissões diárias ao vivo pelo nosso canal do Youtube! Se inscreve lá para não perder nada, hein!

Até o próximo artigo!

Escrito por: Colaborador
Membro da comunidade No Alvo que, através de artigos, busca colaborar com a consolidação de conhecimento sobre  o Mercado Financeiro.

Faça um comentário