O milho é um bem de consumo muito negociado no mercado das commodities e isso ocorre devido a sua utilização: serve tanto para consumo humano quanto para consumo animal, sendo também utilizado até mesmo na produção de combustível. E, na bolsa de valores, o milho é mais um dos inúmeros contratos futuros negociados.

Na bolsa, cada contrato deste produto consiste em um acordo de compra e venda entre as partes com vencimento e valores definidos, e são contratos constituídos de forma padronizada pela BM&FBovespa.

Ao comprar um Contrato Futuro de Milho, você está negociando sacas, onde cada contrato representa 450 sacas de milho de 60kg; logo, cada contrato equivale a 27 toneladas do produto. A cotação do milho também é definida em sacas, ou seja, um contrato de milho equivale ao valor da cotação x 450 sacas.

Por exemplo: suponha que o grão esteja cotado a R$38,00. Esse é o valor de uma saca e, como um contrato equivale a 450, então o valor desse contrato seria de (R$38,00 x 450 sacas) ou  R$17.100,00.

Para operar esses contratos é bem simples: basta você saber o código do produto que pretende comprar. Os contratos de milho negociam sob o código composto pelas letras CCM, outra letra que corresponde ao vencimento e o número do ano de vencimento do contrato. Conforme exemplo abaixo onde utilizamos um contrato com vencimento  no mês de setembro de 2018:

Como visto antes, todos os contratos possuem vencimentos. No caso do milho, esse vencimento ocorre no décimo quinto dia útil dos meses de vencimento,  onde os meses são representados com uma letra junto ao código:

O lote mínimo que pode ser operado é de 1 contrato, e o horário de negociação do milho é das 9:00hs às 16:00hs.

 

Função do Mercado Futuro

O mercado futuro foi criado, inicialmente, para seus participantes se protegerem de oscilações futuras - principalmente no caso das commodities, onde produtores poderiam travar o preço de suas safras se protegendo de qualquer desvalorização no preço do produto. Esses são os participantes do mercado:

 

Hedger

Esse é o indivíduo que opera buscando proteção contra oscilações indesejadas. Alguns produtores de milho podem se proteger utilizando essa ferramenta.

 

Especulador

Esse é o trader: procura montar operações para se beneficiar do movimento dos preços e da oscilação do mercado, ou seja, atua visando lucros de curto e médio prazo.

Temos um artigo que te ensina Como Fazer Hedge de Uma Carteira de Ações! Já deu uma conferida?

 

Arbitrador

Por último, temos o arbitrador, que busca distorções de preços ou identificar ineficiências momentâneas entre contratos de diferentes vencimentos.

 

Margem de Garantia

O grande diferencial de realizar negociações no mercado futuro é que você não precisa “pagar” pelo produto, bem como não irá receber o produto em sua casa: as commodities têm liquidação financeira, ou seja, você apenas irá sofrer a oscilação desse produto, sequer precisa ter todo o valor do contrato para operar.

Uma aula detalhada que te explica Como Operar Mercados Agrícolas | Commodities nas suas mãos! Clique e saiba mais!

 

Por exemplo, quem compra um contrato de milho equivalente a 18 mil não precisará ter esses 18 mil disponíveis em sua conta, apenas uma margem de garantia  que costuma ser algo em torno de 10% do valor do contrato. Porém, essa margem de garantia exige que o Trader - seja ele Discricionário ou Objetivo - tenha uma enorme cautela: pode acarretar em prejuízos enormes para quem não sabe utilizar esta ferramenta.

 

Para saber mais deste e de outros assuntos do universo trader, acesse o nosso Instagram e acompanhe também diariamente nossas transmissões ao vivo pelo nosso canal no Youtube!

 

Forte abraço e até o nosso próximo artigo que te ensina como Como Combinar Indicadores!

Escrito por: Róger Morais
Roger Morais é um aprendiz de trader. No mercado há um ano, aprendeu mais do que muitos que já possuem uma década vivência.

Faça um comentário
Faça o seu login para comentar
  • 19/05/2019 @Silvio

    Vlad tudo bom pode tirar uma duvida. Se eu negociar milho boi ou café, em algum momento eu recebo o ativo ??? Ex: seu negociar o milho CCM na bolsa podem entregar o produto, tenho algum risco ou alguma situação que isso ocorra???? , abs.?

    19/05/2019 Respondido por @Róger Morais (Moderador)

    Não há risco disso acontecer não, ambos tem liquidação financeira no vencimento. Há a possibilidade de ter liquidação física no café, mas é uma burocracia gigante. 

    No site da B3 tem bem específicado o que você deve fazer para ter a liquidação física.

    http://www.b3.com.br/pt_br/

     

    Abraço,

  • 06/05/2019 @Humberto

    Muito bom, Vlad. Leitura sempre obrigatória. Obrigado.

  • 06/05/2019 @SERGIO

    Vlad, tomara que o mercado pegue direção o mais rápido possível, estou cansado de tomar stop, mesmo controlando todos os riscos. Parabéns pelo artigo. Abraços

    06/05/2019 Respondido por @>>>>> ||| Fabio Figueiredo - VLAD ||| <<<<<

    Olá Sergio

    Realmente o IBOV está completamente lateralizado em 2019. 

    Assim como um investidor de longo prazo que possui uma carteira com diferentes ativos, o trader também precisa diversificar. A diversificação acontece operando diferentes estratégias e mercados.

    O milho futuro que é o assunto desse artigo, por exemplo, está simplesmente fenomenal em 2019. 

    Nesse treinamento explico como você pode operar uma otima estratégia nesse mercado: https://www.noalvo.com/cursos/swing-trade-com-pouco-dinheiro